6 de Novembro de 2021




Organii - Duas Irmãs, dois caminhos um único sonho




A história da ORGANII nasce de uma necessidade muito própria. Desde bebés que as irmãs Curica desenvolviam várias alergias de pele.

 



N

a esperança de encontrar produtos cosméticos que fos­sem mais tole­ráveis para as suas peles sensíveis, des­co­brem noutros países aquilo a que chamamos de cosméticos biológicos, produtos produzidos com base em ingredientes biológicos cultivados sem pesticidas e herbicidas, livres de químicos e produtos sintéticos potencialmente perigosos para a saúde e para o ambiente. Com a sua expe­rimentação, perceberam que as alergias não se manifestavam e que afinal o problema de pele sempre esteve rela­cionado com ingredientes químicos e sintéticos dos produtos que outrora utilizaram.

Start & Go – 1. Qual é a vossa formação de base?

Cátia e Rita - Somos duas irmãs que vimos de áreas completamente diferentes e que para muita gente poderá surgir a questão de “como é que se podem juntar?”. A Cátia vem da área de farmácia enquanto a Rita foi na Arquitetura que começou a vida de trabalhadora.

Start & Go – 2. Como surgiu a ideia de passar a produzir e comercializar marca própria? Qual o propósito da marca?

Cátia e Rita - O plano inicial seria abrir apenas uma loja. Um negócio sustentável com uma ética diferente, e com o objetivo de partilharmos com as pessoas tudo o que vamos aprendendo e descobrindo neste mundo da cosmética bio, na esperança de as ajudar.

Claro que à medida que mais soluções para a pele e caminhos sustentáveis são partilhados, mais criativas vamos sendo. 


... como é que se podem juntar?


Rita e Cátia Curica - fundadoras da Organii    





Porque há de facto muita informação, mas nem toda é legítima e tentamos combater isso e lutar por produtos verdadeiramente biológicos, sempre com muita clareza, para que não restem dúvidas.

Daí também o nascimento da Unii. Em 2016, criámos uma produção própria, 100% nacional. Sentimos que não haviam muitas marcas produzidas cá a fazer jus aos bons ingredientes portugueses. Fomos falando tanto disso, ‘um dia, um dia, um dia’, que a dada altura percebemos que seria inevitável. Muitos clientes pediam também. Ao nosso ritmo, gostamos de ter esta independência de fazer o produto à nossa medida, testando as vezes que forem necessárias até encontrarmos a nossa fórmula ideal.

Start&Go - 3. Qual a proposta de valor da organii?

­Cátia e Rita - Uma curadoria saudável, biológica, natural e ecológica com um serviço focado em ajudar as pessoas a encontrarem a sua rotina de pele, corpo e cabelo ideal. Sempre 100% e verdadeiramente natural.

Start&Go - 4. Como tem sido a adesão do vosso público-alvo ao conceito de produtos sustentáveis e biológicos?

Cátia e Rita - Cada vez mais as pessoas estão a aderir ao conceito de produtos sustentáveis e biológicos e não o fazem só por se dizer que “estão na moda” mas sim porque realmente percebem os benefícios que trazem para elas próprias e para o nosso planeta pelo que a adesão do nosso público tem vindo a crescer ao longo dos 12 anos.

Start&Go - 5. Onde podemos encontrar lojas organii? Qual é a tipologia dos vossos clientes?

Cátia e Rita - Hoje em dia já contamos com 5 lojas físicas e a loja online. Fisicamente estamos em Alvalade, Chiado, Lx Factory, Príncipe Real e Porto.



Temos clientes de várias tipologias, desde mães que compram produtos biológicos para os bebés desde que nascem, aos adolescentes que começam a ter mais cuidados com os produtos que usam e optam pelos nossos até às pessoas já com pele mais madura que também pretendem manter a saúde da mesma o maior tempo possível.

Start&Go - 6. A Marca nasce primeiro como plataforma online e depois físico ou foi ao contrário?

Cátia e Rita -  Tudo começou no físico, na nossa loja no Chiado, há 12 anos atrás ainda não havia o “boom” do online que temos hoje em dia, mas o que é certo é que pouco tempo depois sen­timos a necessidade de dar o salto para o mundo digital do qual nunca mais saímos.

Start&Go - 7. Qual a dimensão da vossa equipa? De que forma a gestão das vossas pessoas contribui para o sucesso da empresa?

Cátia e Rita -  Não somos uma empresa muito grande mas à medida que os anos vão passando e que vamos evoluindo, sentimos a necessidade de ir também aumentando a nossa equipa de forma a conseguirmos dar resposta a todas as necessidades dos nossos clientes e de quem nos procura. Somos em redor dos 25 membros Organii atualmente.

Um dos pontos que para nós é dos mais importantes nas pessoas que trabalham connosco, é o genuíno gosto pelo mundo da cosmética biológica e que as pessoas sintam a Organii como se fosse delas porque só com um espírito de família, apoio e dedicação é que conse­guimos, juntos, ir mais longe e fazer da Organii uma marca que transmita esse conforto, confiança e amizade.

Start&Go - 8. Projetos para o futuro?

Cátia e Rita -  A nossa marca está em constante evolução, seja porque as marcas que vendemos introduzem   

novos produtos, seja porque os produtos que temos evoluem e são substituídos por outros mais atualizados, mas, um dos nossos grandes objetivos para o futuro é oferecermos através da nossa marca UNII soluções zero waste, portuguesas e biológicas para todos os tipos de pessoas, preocupações e interesses e levarmos assim o mundo biológico e sustentável como um estilo de vida e não como uma moda.

Para a Organii queremos tornar o serviço cada vez mais premium quer nas lojas físicas quer online. O serviço online é ainda um grande desafio.

Start&Go - 9. Quais as principais dificuldades/desafios que sentiram quando decidiram empreender?

Cátia e Rita -  São muitos os desafios que ainda hoje continuam... A falta de publicidade e de ser conhecido leva à desconfiança do publico, a juntar ao desconhecimento do que é a cosmética biológica é sempre um desafio criar a awarness necessária. Depois temos os desafios de todos os empreendedores, a falta de pessoas para todas as tarefas necessárias e os recursos humanos serão um desafio permanente nas empresas. A juntar a isto a burocracia Portuguesa... Mas os desafios fazem parte.

Start&Go - 10. Que conselhos dariam a quem deseja em­preender?

Cátia e Rita -  Quando alguém quer ser empre­endedor é importante nunca esquecer que é um grande desafio, mas que é um desafio saudável e que poderá trazer resultados incríveis. Criar um negócio próprio envolve muita dedicação, humil­dade, aceitar os erros e aprender com eles e principalmente, nunca desistir e seguir o que acreditamos. Ter foco no resultado final e mudar a estratégia frequentemente à medida que apren­demos com os erros e falhas do processo. Boa sorte!





Subscreva esta mailing list para receber a revista em formato digital gratuitamente...