11 de Abril de 2021





IMG






CARINA MEIRELES

Consultora especialista em Finanças Pessoais e Empresariais | Docente do Ensino Superior | Formadora

Fundadora de um projeto de literacia financeira


Como reduzir os impactos da pandemia no seu negócio?


Este ano de 2021 está a ser um ano, onde muitas empresas continuam a apostar mais no on-line, considerando como uma franca e potencial aposta para crescimento no mercado.





E

stamos num ano de apostas, onde muitas empresas encontrarão muitas respostas e farão a diferença no que toca a inves­ti­mentos presentes e futuros.

Cada vez mais importante é, a gestão financeira numa empresa, para que ela consiga prosperar, se desenvolver e destacar num mercado onde a evolução parece ser lenta, muito fruto da pandemia que começou a ter destaque no ano passado.

Uma das grandes diretrizes que deve ser tida em consideração pela aprendizagem desta crise provocada pela pandemia, é que deve existir sempre um plano B, que permita estar sempre atento ao que o rodeia e diminuir possíveis impactos no futuro, conseguindo sair mais forte da crise. Este plano deve ser revisto com regularidade, para que de futuro os impactos sejam significa­tivamente mais reduzidos.

Para ajudar a minimizar o impacto da crise no seu negócio, aqui ficam algumas dicas:


  1. Tenha os gastos debaixo de olho

Precisa de ter os custos muito bem controlados, de forma a saber exatamente onde gasta e pode poupar dinheiro para a sua empresa. Evite ter gastos desnecessários e se pretendia fazer algum investimento, tenha bem a certeza de quando irá recuperar esse valor e o que tem de fazer para lá chegar.

    1. O Plano B

    Defina qual a prioridade dos custos da sua empresa, dando a respetiva atenção para os custos essenciais ao bom funcionamento da empresa com especial enfoque nos colaboradores, que são uma importante fonte de rendimento da sua empresa. Juntos serão mais fortes!

    1. Fale com o seu Banco regularmente e negoceie condições

    Este ano deve ser o ano, onde todas as decisões que passam pela banca, devem ser muito bem ponderadas no que toca a financiamentos e despesas que possa estar ou vir a ter. É altura para negociar tudo, principalmente taxas de juros com empréstimos que estejam a decorrer ou que possa vir a fazer. Escolha a melhor solução para si e não a melhor solução para o Banco e já sabe negoceie tudo. É importante pensar que, a Banca pode ser um veículo para ajudar no apoio ao investimento e não para suprir despesas com a empresa.

    1. Analise como está a fazer a divulgação do seu negócio:

    Que tipo investimentos faz neste campo? Reserva algum valor para fazer investimentos em marketing e publicidade? Sabe qual o efeito desse mesmo investimento? Estas e outras questões são importantes de ser respondidas e analisadas, para que faça __

    os melhores investimentos de tempo e dinheiro e que possam ajudar a incrementar as vendas.


    1. Analise os seguros associados aos créditos

    Tem algum crédito a pagar com seguros associados, como por exemplo uma solução de Renting? Então quando terminar o contrato tenha em atenção de cancelar o seguro também, para não estar a pagar por um contrato que já terminou.


    1. Analise os seguros associados aos créditos

    Pode sempre criar parcerias de sucesso com financeiras, de forma a poder ter um intermediário, com soluções adequadas ao seu negócio, apresentando sempre a melhor solução aos seus clientes e recebendo mais rápido, evitando prazos de recebimento de 30 ou a 60 dias dos seus clientes. Tenha conhecimento de todo o funcionamento da parceria e esclareça todas as dúvidas, para ser conhecedor de todo o processo e saber responder mais rapidamente aos seus clientes.


    Portanto analise e controle bem o seu negócio e tudo que esteja à sua volta, aproveitando este ano para se preparar melhor e reduzir impactos da pandemia no seu negócio.



    Subscreva esta mailing list para receber a revista em formato digital gratuitamente...