20 de Janeiro de 2021



IMG


75% dos empregadores pretendem contratar em 2021


A Hays apresentou o seu Guia do Mercado Laboral 2021, uma análise detalhada das tendências do mercado de trabalho qualificado em Portugal, com base em inquéritos realizados junto de mais de 600 empregadores e cerca de 2700 profissionais.

 


D

­e acordo com a edição deste ano, e apesar da incerteza associada ao con­texto de pandemia, 75% de empre­ga­dores pretende con­tra­tar mais colabo­radores em 2021, sobretudo perfis Comerciais, de Tecnologias da Informação, de Engenharia e de Marketing e Comunicação. A percen­tagem de empresas que pretendem recrutar é superior na região Centro (80%) enquanto nas regiões Norte e Sul do país a percentagem se situa nos 74%.

Por outro lado, a percentagem de profissionais que consideram mudar de emprego situa-se agora nos 79%, o valor mais alto desde 2014. 

O salário é o fator que mais motiva esta mudança (68% dos profissionais), ____

logo seguido das perspetivas de progres­são de carreira (67%) e a procura por projetos mais interessantes (60%).



A percentagem de empregadores que pretendem contratar em 2021 é surpreendentemente positiva, se tiver­mos em conta que ultrapassa as previsões que os empregadores indica­ram em anos de crescimento como 2016 ou 2017. Confirma-se, assim, que a maioria das empresas não tem intenções de parar de dotar as suas estruturas com o talento de que tanto necessitam.” afirma Paula Baptista, Managing Director da Hays Portugal. “O contexto de pandemia afetou-nos a todos, mas não podemos deixar-nos paralisar pela incerteza. Depois de um ano de adap­tabilidade e reinvenção, esperamos que 2021 seja um ano de recuperação.”

Outras conclusões do Guia do Mercado Laboral 2021:

  • Entre os motivos mais referidos pelos empregadores para as contratações em 2021, destacam-se o crescimento do negócio em território nacional, mas também a recuperação do negócio no período pós-Covid19; 
  • A grande maioria dos profissionais qualificados encontra-se insatisfeita no seu emprego atual;
  • Os profissionais de Retalho são os que revelam maior disponibilidade para mudar de emprego em 2021; 
  • A maioria dos empregadores continua a sentir algum tipo de dificuldade em recrutar os profissionais que procuram para as suas estruturas; 
  • 87% dos profissionais qualificados no estrangeiro afirmam que pretendem voltar a trabalhar em Portugal; 
  • Mais de metade dos empregadores (54%) acredita  que a flexibilidade em modelos de trabalho remoto será fundamental para garantir a produtividade em 2021;




Subscreva esta mailing list para receber a revista em formato digital gratuitamente...